quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O PREMIADO CASA AFOGADA LEVA AO CURTA NAS TELAS A POESIA VISUAL DO CINEMA GAÚCHO CONTEMPORÂNEO

O projeto Curta nas Telas apresenta, de 6 a 12 de dezembro de 2013, o filme CASA AFOGADA, de Gilson Vargas. As exibições ocorrem na Sala 3 do GNC Moinhos, nas sessões das 19h20 e 21h40, acompanhando o longa-metragem À Procura do Amor (Enough Said), de Nicole Holofcener. O documentário URBE segue em exibição até o dia 12 de dezembro, na Sala 3 do Espaço Itaú, antecedendo todas as sessões do longa Crô – O Filme, de Bruno Barreto.

Vencedor de três Kikitos e quatro prêmios Assembléia Legislativa de Cinema do Festival de Gramado de 2012, Casa Afogada traz a luta de um homem, interpretado por Zé da Terreira, para manter sua casa construída sobre palafitas enquanto as águas se tornam revoltas. Com uma narrativa livre, apoiada em uma poesia visual singular, o filme de Gilson Vargas explora sensações distintas que intensificam a relação entre memória e sobrevivência na desgastante tarefa do personagem.
CASA AFOGADA, de Gilson Vargas (Rio Grande do Sul, ficção, 14 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Ficha Técnica – Roteiro e Direção: Gilson Vargas / Direção de Fotografia: Bruno Polidoro / Montagem: Vicente Moreno / Empresa produtora: Pata Negra / Elenco: Zé da Terreira.

URBE é um documentário sobre uma cidade e sua alma. A presença da vida e da morte nos centros urbanos contemporâneos. Uma reflexão sobre as raízes das cidades e os sentimentos de seus habitantes em um mosaico de situações sublimes e trágicas do cotidiano. A exemplo das célebres sinfonias sobre cidades realizadas pelo cinema de vanguarda nos anos 20, como Berlim – Sinfonia de uma Metrópole e Paris que Dorme, o diretor Marcos Pimentel realiza um ensaio poético e musical sobre a vida na metrópole.

URBE, de Marcos Pimentel (Minas Gerais, documentário, 15 minutos, 35mm, 2009). Censura livre.
Ficha Técnica – Roteiro, Direção e Executiva: Marcos Pimentel / Direção de Fotografia: Mauro Pianta / Montagem: Horácio Velásquez.

 Os doze curtas selecionados na 41ª edição estarão em exibição até 20 de maio de 2014.

Os próximos selecionados na 41ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

DEPOIS DO ALMOÇO, de Rodrigo Diaz – 10 a 23 de janeiro de 2014, no Arcoiris Cinema.
FUNERAL À CIGANA, de Fernando Honesko – 24 de janeiro a 6 de fevereiro de 2014, no Cineflix.
5 HORAS RUMO NORTE, de Paula Sabbaga – 7 a 20 de fevereiro de 2014, no Cinemark.
UMA PRIMAVERA, de Gabriela Almeida – 21 de fevereiro a 6 de março de 2014, no Cinespaço Wallig.
PIOVE, IL FILM DE PIO, de Thiago Mendonça – 7 a 20 de março de 2014, na Cinemateca Paulo Amorim.
LINEAR, de Amir Admoni – 21 de março a 3 de abril de 2014, no Guion.
MEMÓRIAS EXTERNAS DE UMA MULHER SERRILHADA, de Eduardo Kishimoto – 4 a 17 de abril de 2014, no Espaço Itaú de Cinema.
CHAPA, de Thiago Ricarte – 18 de abril a 1º de maio de 2014, no GNC Moinhos.
A DESCOBERTA, de Ernesto Molinero –  2 a 15 de maio de 2014, no Cinemark.
DIA ESTRELADO, de Nara Normande – 16 a 29 de maio de 2014, no Cineflix.

Um comentário: